Batismos inesperados

Um dos motivos de muita alegria aqui no Sul da Ásia o crescimento do trabalho, especificamente na região Norte do país onde vivo com minha esposa e meu filhos. Queremos ver cada vez mais pessoas serem batizadas, se entregando ao Pai.

Alguns dias, recebi a ligação de um amigo contando que três pessoas foram a sua casa, por volta das 6h, pedindo para serem batizadas. Em princípio, ele recusou, pois os batismos aqui são realizados a cada três meses. E naquele momento ele precisaria de muita água para encher o batistério. Enfim, toda uma logística precisaria ser seguida.

Mas aquelas três pessoas estavam tão determinadas que se ofereceram para encher o batistério. E assim fizeram e o pastor as batizou.

Aliás, nos primeiros três meses deste ano, 33 pessoas foram batizadas nessa região; uma localidade de maioria hindu que, infelizmente, não posso compartilhar o nome por se tratar de uma área hostil aos evangélicos.

Mais uma vez tivemos que sair do país por questões burocráticas, o visto. Um fato aparentemente simples, mas que sempre gera um pouco de preocupação.

Ore por nosso retorno que está marcado para o dia 26 de junho. Outro motivo para interceder é a situação política do país. Com a reeleição, minorias como cristãos e muçulmanos seguem com dificuldades para viver aqui. O político reeleito deseja que todo o país seja completamente hindu. Há relatos, inclusive, a existência de um projeto que, entre outras coisas, criaria um grupo para-militar para perseguir cristãos e outras minorias. Ore para que nada impeça o avanço do Evangelho no Sul da Ásia.

 

Pr. Martinho
missionário no Sul da Ásia